home person grade folder

olá!

esse blog não será mais atualizado porque um dia (sei lá quando) eu pretendo criar um novo (de novo). ou não também, já nem sei mais. foi muito incrível estar no blogger e escrever o que eu pensava e sentia nesse período de tempo, mas acho que de certa forma o blogger e eu estamos fora de sintonia. eu tentei várias vezes escrever um post nesse período de tempo, saí do folk, criei blog novo, voltei pra cá, importei as postagens (oficialmente, faz um ano que esse blog foi desativado em fevereiro de 2020), e realmente não sei o que falta. sei que não me perdi em minha própria personalidade porque mais que nunca agora sei quem sou e tenho coragem pra assumir isso, então talvez o problema realmente seja que eu cresci demais pra estar por aqui. enfim, eu realmente amo muito tudo que aconteceu por aqui e espero que sintam-se à vontade pra navegar nas postagens do blog. tenham um bom 2020!

aplicativos amigos do mundo

07 maio 2019

olá olá! :•)
nem sei de onde tirei tempo pra escrever uma postagem, até porque estou em semana de provas vjhsjds devia estar estudando física agora... mas a ideia surgiu porque eu tenho pesquisado sobre o conceito eco-friendly e consequentemente tentado causar menos dano ao meio ambiente, e em meio a essa pesquisa eu encontrei alguns aplicativos que apoiam causas super legais e que podem ser úteis no dia-a-dia, mas todos abordando uma temática importante.
ecosia
 uma captura de tela do site ecosia representando como é sua página inicial. no topo, há o logo da empresa, seguido de uma barra de pesquisa na qual se lê "search to plant trees (pesquise para plantar árvores)" e no rodapé há a gravura de um homem plantando árvores.
o ecosia é um aplicativo de origem alemã disponível tanto pra celular quanto pra computador (em forma de extensão) que é bem semelhante ao google (e inclusive o aplicativo pra celular é bem semelhante a uma versão menos recente do chrome) que possui um diferencial: um contador de pesquisas feitas, sendo que quarenta e cinco pesquisas equivalem ao plantio de uma árvore. estou usando tanto como navegador no celular quanto como extensão no chrome e ele é completamente seguro e gratuito e a única desvantagem que eu encontrei ao usar ele é um pouquinho mais de lentidão quando comparado ao google... mas 80% do dinheiro adquirido é destinado ao plantio de árvores!!
ribon
uma imagem em branco contendo no centro a logo do aplicativo "ribon" (a palavra escrita em azul escuro com uma figura semelhante a gotas em azul claro posicionada acima da letra "n" da palavra).
basicamente, o ribon é um aplicativo que permite ao usuário fazer doações para causas importantes sem gastar nenhum dinheiro. como isso é possível? o dinheiro vem de anúncios de patrocinadores, que são convertidos em ribons (a "moeda" do aplicativo) e com esses ribons podemos dividir para qual causa desejamos destinar o dinheiro. a cada dia, recebe-se automaticamente 100 ribons com a adição de alguns por ler determinadas notícias. só hoje eu doei 900 ribons e forneci (como exemplo), dezesseis dias de fortificação alimentar para uma criança.
i'm vegan/vegetarian

o ícone do aplicativo, sendo ele em formato circular na cor verde escuro com a figura de um calendário branco, no qual está escrito "I'm VEGAN".esse aplicativo não ajuda diretamente causas importantes (no sentido de fazer alguma doação monetária como os outros), mas serve pra mim como um incentivo diário, já que sou vegetariana há um pouco mais de dois anos e algumas vezes penso seriamente em desistir disso (principalmente porque ainda dependo financeiramente da minha família e eles continuam consumindo carne). mas o i'm vegan te mostra o quanto tu ajudou o planeta em cada dia de vegetarianismo ou veganismo teu! pra mim, tem sido de grande ajuda porque me sinto uma pessoa melhor vsjhdjs'
go green challenge

o ícone do aplicativo, que é em forma circular em tom verde-musgo com a silhueta de uma árvore em verde claro no meio.o go green challenge também não doa dinheiro pra nenhuma causa, mas ele te desafia a ser um pouco mais eco-friendly todos os dias! uma das primeiras tarefas, por exemplo (pelo menos pra mim) foi coletar e descartar todo lixo que eu visse no chão — o que foi super fácil, pois eu já faço isso! são tanto tarefas diárias como semanais, pra não perder o ritmo. como baixei hoje, não usei muito e não posso recomendar com 100% de segurança de que é tudo às mil maravilhas, mas já gostei da proposta.

forest: stay focused (pago :T)
queria dar uma pincelada nesse aplicativo porque apesar de eu não ter a versão que de fato ajuda o meio ambiente não tenho dinheiro pra gastar com aplicativos, nada impede que vocês a tenham caso queiram. o foco principal desse aplicativo na verdade é te deixar fora do celular em períodos de aproximadamente meia hora, as quais ele passa plantando uma árvore virtual — e como vocês provavelmente previram, quando o serviço é pago as árvores são realmente plantadas. o que de certa forma te força a não usar o celular é que se tu sair antes do plantio estar completo a árvore morre e teu tempo fora do celular é de certa forma desperdiçado, e de quebra tu ainda pode comprar vários tipos de árvore com o dinheiro virtual, além de que tem uma musiquinha bem gostosa de ouvir quando se está estudando, por exemplo. nunca vou saber se a versão paga é tão boa quanto, mas ela custa sete reais e pelo que eu entendi existe uma versão pra PC também... fica a dica :D
imagem descritiva do aplicativo, no qual a explicação é basicamente a mesma descrita no post porém em inglês

infelizmente esses são todos os aplicativos que eu conheço... mas existe um joguinho super legal que envolve plantinhas e que talvez eu aborde futuramente em uma postagem :•) agora eu realmente preciso estudar física, então ficarei por aqui mesmo vjhsjdhjs' até mais!!

Minha versão de você, por Christina Lauren

21 fevereiro 2019

citação do início do livro (LIN-MANUEL MIRANDA!!)
Esse livro foi de longe minha leitura favorita de fevereiro (mentira, quase empatou com Diga aos lobos que estou em casa), tanto que a devorei em um dia e meio. Talvez tenha sido o livro que mais me fez pensar e repensar diversas coisas e que também mudou um pouco minha visão de mundo. Infelizmente, não tive o prazer de lê-lo em sua versão física dinheiro não dá em trees e desfrutar completamente desta leitura, mas assim que possível tratarei de adquirir meu próprio exemplar! Decidi fazer uma resenha deste pois foi um dos primeiros livros que tratam de um romance LGBT+ que já li na vida (e o primeiro com um protagonista bissexual) e isso é muito legal, já que eu não vejo muitos livros representativos sendo muito comentados (e alguns dos que já vi e li na verdade não foram tão legais quanto a propaganda).

Meu celular se chama charlie

16 fevereiro 2019

cães não têm defeitos :)
A proposta do Together desse mês é que a gente apresente o nosso celular, com imagens, explicações e etc. e eu confesso que não faço muita ideia de como fazer isso. Eu uso bastante meu celular pra jogar e ouvir música (principalmente na escola, quando eu não tenho muito o que fazer), mas fora isso eu quase não o uso pra nada. De qualquer forma, bem vindos a um tour pelo meu celular!

Meio sem graça

13 fevereiro 2019


Não sei bem como começar a escrever (e honestamente acho que isso já não é um problema, afinal em muitas das postagens que escrevo esta situação se repete), mas posso dizer que senti muita saudade daqui. Deparei-me com várias mudanças em muitos sites aos quais costumava ler e isso despertou em mim um pouco de vontade de mudar meu blog. Há um tempo, tive um blog chamado Stardust e pensei bastante em recomeçar a postar por lá, mas acho que não é a melhor escolha.

Algumas coisas nunca mudam

17 dezembro 2018


Eu ainda não me encontrei. Pra falar a verdade, é como se tivesse me deixado cair por acidente em uma sarjeta qualquer, assim como muitos fazem com papel de bala e chiclete. Isso até certo ponto é muito bom, pois tenho sido tantas pessoas diferentes nesses últimos dias que chega a ser animador, mas de forma alguma é melhor do que me sentir em casa. Tenho mudado muito e várias coisas que eu antes considerava fáceis (como escrever, que sempre foi minha válvula de escape) simplesmente não me parecem mais reconfortantes. Agora mesmo, escrevendo essa postagem, sinto que algo não está certo.

agora o meu coração é um lixeiro azul vazio escroto

04 novembro 2018

Tenho ouvido bastante rock brasileiro nesses dias e acabei com vontade de gravar um cover dessa música. Não tenho técnica vocal nenhuma e muito menos uma voz bonita, infelizmente. Ainda assim tomei iniciativa pra postar e compartilhar por aqui e me sinto infinitamente corajosa. Espero que gostem :)
p.s.: eu saí do castigo!
p.p.s.: o meu cachorro é o backing vocal da minha banda de uma pessoa só.

manias (ou aquele em que eu não sei do que estou falando)

02 novembro 2018

Ficar de castigo não é muito legal. Tipo, cara, quem é que fica de castigo hoje em dia? O pior é que na minha opinião castigo não é uma medida disciplinar muito inteligente, como por exemplo debater por que exatamente os pais e os filhos se desentenderam pra tentar chegar em um consenso e não fazer a coisa errada uma segunda vez. De verdade, eu juro solenemente que nunca vou colocar meus filhos de castigo em hipótese alguma, porque não existe coisa mais burra do que fazer isso (ainda mais se, assim como eu, os filhos não fizerem IDEIA do que fizeram de errado e só ficarem com raiva mesmo).

Seguidores